Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com sorte

Com sorte

Voltei (vivo) e irei com um sorriso - 1parte

18155960_1201988276596432_5714.jpg

Olá =)

Depois de alguns meses, voltei. Voltei para contar como foi África.

África Teve muito de bom e algo de mau. Mas vamos valorizar o positivo e a minha sorte =)

Nada chegada, senti um pouco o peso da cor da minha pele.  Aquele choque de sermos diferentes e atenção que isso provoca.

Na Nigéria todas as pessoas pedem dinheiro extra para fazer isto ou aquilo, levar malas, o policia daqui ou dali, etc... chega a ser um pouco assustador. Existe sim muita pobreza, riqueza. 

Tudo começou, com a minha espera pelo barco que me levaria ao meu navio. Fiquei a aguardar numa feira, produtos de ar duvidoso e cheio de pessoas curiosas. Os tripulantes, que vieram comigo, ficaram assustados e escondidos no carro (talvez medo de serem raptados hum).
Na mesa onde estava, começam a juntar-se pessoas e a meter conversa. Assim do nada estava a conversar com desconhecidos, que não cruzavam as conversas, todos a dar-se a conhecer e curiosos em relação a mim.Vou falar de cada um:

1- O primeiro era o condutor do carro, animado e alegre, ofereceu-me um sumo (que mais tarde me viria a fazer sofrer umas das piores  "torturas" que já tive lol).
O Nome dele era Bimbo, lol, a serio. Ainda brinquei um pouco com o  nome dele, a dizer que era pouco comum, e um marca de pão em Portugal...
Graças a ele, safei-me de ter de pagar bebidas a umas senhoras muita feias que ali apareceram lol.

2- o segundo, uma pessoa muito corajosa que foi emigrante ilegal em vários países. O que me fez ver a outra face da emigração, algo que não vemos nos juízos de valor das noticias.
Não sei o nome, pois raramente os pergunto quando conheço alguém, vamos dar-lhe o nome John.O John, embarcou ilegalmente no navio de carga, e foi ter ao Brasil onde ficou durante um ano e pouco. Arranjou namorada, teve um filho e foi expulso do país. Dramático não é?
Ficou muito contente, por pode praticar o português comigo e ia se gabando da sua sorte de me ter apanhado ali.

3- o terceiro,vamos chamar de Elo. Tinha o inglês9 mais claro e impressionante que já ouvi. Esqueçam os filmes ingleses, americanos, o moço emigrou para o Canada durante menos de dois anos, e falava Uau.

4- o quarto, era técnico de manutenção  e ate andou-me a mostrar os cartões de cursos, o que fez ou não fez.

5- o quinto, embarcou mais tarde no mês,o navio lol mundo pequeno.

etc...

Mais tarde, os outros tripulantes saíram do carro. O medo tinha passado, talvez através do suor (de tanto calor que estava naquele dia lol).

Fiquei impressionando como foram amigáveis e sonhei com o meu regresso depois do final de contrato. Mas tal regresso não viria a ser possível. ohhh

Foi depois altura de fazer despedidas, pagar aos ajudantes que levaram as malas e etc. ( a vontade de mijar já me começava a atacar, a tortura, mal sabia eu que tinha de aguentar uma hora assim, num barco aos saltos com altas ondas uiiii)

La embarcamos no pequeno barco  e pronto para percorrer o mar ate chegar ao meu\minha casa para os próximos longos meses. Antes ainda passamos por barcos cheios de guardas fortemente armados a pedirem dinheiro(uns 6 barcos).

Finalmente, depois de andarmos vagamente perdidos e eu com a minha bexiga quase a rebentar, chegamos ao navio =) E o trabalho começou.

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D